Quando não estás satisfeito com o teu trabalho...


O trabalho deve ser uma expressão directa dos nossos talentos, uma oportunidade para presentearmos o mundo com a nossa unicidade, com a nossa autenticidade, com a nossa originalidade.

Quando isto não acontece, começamos a viver a vida de forma anestesiada, desligada da nossa natureza. Anestesiamos a essência para podermos lidar com o conformismo, mas com isto anestesiamos também o entusiasmo, a motivação a alegria.


Experienciamos sentimentos de confusão, de falta de ambição, de falta de clareza. [São variadíssimas as vezes que contacto com pessoas que me trazem problemas na sua relação íntima, mas afinal, esses problemas têm a sua origem no trabalho. A relação está apenas a ser o espaço onde toda a sensação de falta de valor próprio se está a reflectir].

Quando não estamos satisfeitos com o nosso trabalho, estamos invariavelmente insatisfeitos numa série de áreas na nossa vida.

Porquê?…porque o trabalho é o espaço onde partilhamos com o mundo os nossos dons, os nossos talentos. O espaço onde expressamos a nossa essência, e ao mesmo tempo acrescentamos. Quando isto não acontece, o nosso valor fica posto em causa. O nosso papel no mundo fica em causa. A nossa razão de existência fica em causa. E isto traz naturalmente uma série de dúvidas para todas as nossas vivências. Há uma insatisfação natural que transportamos para a família, uma frustração que se leva para a relação íntima, uma falta de autenticidade que se leva para a vida social, etc, etc, etc…

Uma forma muito simples de percebermos se estamos realmente alinhados, é quando gostamos da mesma forma todos os dias da semana.

O trabalho é efectivamente um instrumento de expressão, dos mais sagrados que temos. E realmente o meu desejo é que o consigamos todos usar, vivendo uma vida alinhada com quem realmente somos, com os nossos talentos, com o que nos faz realmente felizes.

Clica aqui se quiseres perceber o caminho que a maioria das pessoas usa para tentar sair deste processo, para se tentar encontrar, para tentar viver uma vida mais alinhada com aquilo que realmente é.

Em amor,

Rita

EUS School of Being


2 visualizações

Para estares sempre actualizado...

  • Instagram
  • Facebook
  • Black LinkedIn Icon