A inveja que te vai ajudar a mexer


A inveja é uma emoção altamente corrosiva. Sempre que experienciamos inveja, experienciamos sentimentos de desvalorização própria, e na maioria das vezes ou paramos perante esta sensação, ou pior ainda, desenvolvemos zanga, ou mesmo raiva.


Este tipo de experiência leva à cristalização, leva a erguermos protecções entre nós e a percebida ameaça, afasta-nos do (potencial) desafio. A inveja tem a mesma vibração que o medo. Vem temperada com um enorme grau de ilusão, onde aos pequenas detalhes acrescentamos toda uma série de hipotéticos ameaçadores acontecimentos.

A inveja ergue os seus alicerces na crença de que estamos num patamar inferior, seja qual for a situação. Inveja de uma mulher/homem que ameaça o nosso relacionamento, ou inveja de um qualquer feito que alguém conseguiu e nós não.

Mas a inveja, tal como a maior parte das emoções menos positivas tem um enorme potencial de transformação. Basta que vejamos a dinâmica energética do momento. Sempre que uma situação incomoda, ela toca os nossos pontos de insegurança e de imediato, o ego nos enche de falsas crenças que nos deixam uma enorme sensação de desconforto. Perante esta sensação normalmente paramos. Paramos num discurso mudo de auto-desvalorização, e muitas vezes de vitimização também. O ego conseguiu naquele momento convencer-nos de que não estamos à altura para fazer melhor, e acabamos por desistir.

Mas não tem de ser assim.

A primeira coisa que temos de fazer é deixar de identificar as situações ou as emoções como boas ou más. Todas elas têm um propósito e as que menos gostamos, são realmente aquelas onde podemos tocar o maior potencial de transformação.

Podemos sempre ir à raiz do que nos incomoda e perceber o que realmente poderemos fazer para conseguirmos desbloquear a situação, para conseguirmos soltar o desconforto, convidando a aprendizagem a entrar. Por exemplo…a rapariga incomoda porque tem um corpo firme e moldado? Porque não aceitar a situação e escutar a mensagem nela contida, de que se calhar podemos trabalhar mais o nosso corpo da forma que gostamos e nos faz sentir bem?… Alguém conseguiu materializar um qualquer projecto? Porque não darmos asas ao nosso e materializar também? [Até porque o mundo tem um ritmo, e não vai de certeza ficar à espera de quem deseja pausá-lo].

E esta é a magia que as situações que nos incomodam têm. Algures neste espaço entre o desconforto e a zanga, a mudança pode acontecer. O que era mau, pode de repente ser fonte de alquimia. Basta que nos mantenhamos abertos e disponíveis. Curiosos para o ponto de evolução presente em cada situação.

É esta a beleza da vida - conseguirmos em cada momento transformar um desafio numa oportunidade, conseguir tocar o infinito a partir do finito.

:::

Se quiseres trabalhar em ti este conceito…

. Identifica três situações na vida em que tenhas sentido inveja.

. Para cada uma delas, vê o que a situação te estava a indicar e vê que acções podes tomar para transformar cada uma delas.

:::

Desejo que este exercício te traga expansão, alívio, magia. Que permita que olhes para a vida com os teus mais lindos olhos.

Em amor e magia,


4 visualizações