Quão resistente és tu à vida?

A vida é suposto ser um processo fluído, onde vamos evoluindo em conjunto com o contexto.

Se criamos resistências cristalizamos.




E por isso que é tão importante mantermos a consciência de quão abertos estamos para a vida.


São estes os pontos que queremos partilhar contigo. Para que possas ter consciência dos mecanismos que às vezes temos a operar no nosso subconsciente.


Como reages tu às novas possibilidades?

Quando te confrontam com uma nova possibilidade, como reages tu? Seja ela uma mudança de casa, uma mudança de emprego, uma separação, uma oportunidade de um negócio novo…como reages? Responde na tua maior sinceridade, não tens ninguém a ouvir;).


Quanta necessidade tens de ser perfeito?

Ficas diversas vezes eternamente preso nos teus planos, até os mesmos estarem perfeitos?

Quantos projectos já poderias ter lançado, se não fosse não estarem perfeitos?


Quanta tendência tens a manter-te no que conheces?

Quão aberto estás tu à entrada de novos conceitos ou realidades? Por exemplo, quando viajas, entras facilmente na comida e hábitos do local? E costumas levar objectos contigo? tipo almofada ou máquina de café?

E quando combinas um jantar, tens tendência a sugerir ou a reservar logo um restaurante?


Isto são pequenos indícios de que tens efectivamente a tendência de querer manter as coisas da forma que conheces.

Mas repara, o mundo está me permanente evolução, e tu não podes ficar de fora. Se ficares, o que acontece, é que vais experienciar sentimentos de dissociação e de não pertença. E isso mais tarde ou mais cedo, vai-se traduzir em falta de entusiasmo e infelicidade.


Abre portas à tua vida e à tua expressão. Cria a partir daquilo que tens de mais autêntico e original. E serve o mundo a partir daí. Este é ciclo que mais felicidade e evolução vai trazer à tua vida.


PS: Se quiseres faz aqui uma pequena reflexão.

0 visualização

Para estares sempre actualizado...

  • Instagram
  • Facebook
  • Black LinkedIn Icon